terça-feira, 25 de novembro de 2008

De Que Vale Tanto Amor?

'De que vale tanto amor assim?
Não encontro alguém que eu possa dar.
De que vale tanto amor em mim?
Se eu não tenho a quem amar'

The Fevers - De Que Vale Tanto Amor?









































Sabe, eu morro de medo. É, eu morro de medo de vê-lo caminhando na rua enquanto eu espero com dignidade o ônibus para voltar para casa. Mas eu não sei que medo é esse. Eu nem sei quem é ele, de fato. Não sei se ele é alto, baixo, magro, gordo, moreno, ruivo, loiro, nem sei se ele também gosta do McFly e nem sei se ele é deste mundo ou de outro.

Eu estou é procurando a minha alma-gêmea. Sim, a minha alma-gêmea.

Nesta busca incessante eu já pensei ter achado-o em diversos lugares, em diversas situações. Eu já pensei ter dado muitas risadas com ele, eu já pensei ter gostado de ficar ao seu lado, eu já pensei ter me declarado para ele.

Mas não era ele, era só uma imitação barata.

Eu fico ansiosa esperando ele chegar. Se não for no meio da rua, ele há de aparecer em algum lugar. Ou será que ele já chegou há muito e eu não percebi? Se ele chegou, que ele me faça perceber. Eu sinto a falta dele como nunca senti outra falta antes. Sentir falta de alguém que eu nem sei quem é? Estranho, não é? Estranho seria se eu não me apaixonasse, isso sim. A paixão é para todos, o sentimento, para poucos.

E eu realmente espero fazer parte deste pouco.

Mas do que será que ele gosta? Humanas, Exatas, Biológicas? Rock, Música Clássica, Sertanejo, AXÉ? De sair, de ficar em casa, de viajar? Ele é romântico? Ele vai acertar que não se pode dar flores nem ursinhos para que a minha rinite não ataque? Ele vai se acomodar com a minha rinite? Ele também tem rinite? Ele ronca?

Ele quer ter filhos? Cachorros? Gatos? Coelhos? Se for filhos ou coelhos, eu caso agora. Mesmo que os coelhos ataquem a minha rinite e os filhos não.

Será que ele gosta de chuva ou de sol? De viajar para Ubatuba ou para Campos do Jordão? Será que eu caibo no seu abraço, enquanto eu assisto um filme que só eu gosto e ele fica com cara de nada? Ou será que ele também gosta dos filmes que eu gosto?

Como ele se veste? Espero que ele se vista bem. Seus cabelos, arrumados, bagunçados, ou caídos em franja? Qual a cor da sua escova de dente? Ele prefere escrever ou desenhar?

Ele toca algum instrumento, canta ou tenta cantar? Ele gosta de cozinhar, lavar a louça, passar roupa? Ele se dá super bem com as pessoas ou ele é recluso? Ele prefere andar de ônibus ou de carro? Ele gosta mais de MP3 ou CD de áudio? Ele ainda assiste à VHS? Ele gosta de ler?

De que vale tanto amor assim se eu não encontro alguém que eu possa dar?

4 freckledmaníacos.:

Thádia disse...

que poética!
mas eu tbm fico me imaginando com minha alma-gêmea. Sem nem ao menos saber se ela existe...
Eu tento evitar pensar nisso, pq qto mais se pensa + se confundi...
eu vo parar de escrever pq se nao eu enlouqueço!

Maah ~ disse...

Nossa dóri, eu fico imaginando o mesmo, o tempo todo.

Mandi disse...

também estou procurando a minha alma gêmea, Dóri.
Acho que, se for pra ser, vai acabar aparecendo um pra todo mundo :D

lê;lola* disse...

(´:

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin