sábado, 22 de novembro de 2008

E o vinho é só um pretexto...

...mas pelo menos ele serve para dar coragem.

Se eu tenho que sofrer por amor, paciência... amores desgraçados costumam dar otimas historias!

É, Freckled Leitor, você já percebeu que este post foge do teor engraçadinho do nosso blog (ou não), porque fala de uma coisa que assola a todos os seres humanos, sendo que ele a sinta por seu namorado ou pelo seu cachorro. Sim, nós temos a paixão. Sim, nós temos o amor quando acaba a paixão. Sim, nós temos o Romance, cada um tem o seu próprio Romance, a sua própria história... "Não sei se a verdade é maior do que a morte, mas sei que o Amor é maior que os dois".

Minha inspiração? O filme Romance, que eu não sei se está em cartaz no Brasil inteiro, mas, pelo menos, em Campinas está. Um filme nacional que ninguém deve torcer o nariz antes, nem durante nem depois de assistir, porque o filme dá de dez a zero em muito filme estrangeiro. Os atores. O enredo.
Enfim, quem não gosta do Wagner Moura?
Filmes nacionais também têm o seu valor, e eu sempre acreditei neles :)

Bom, a minha primeira impressão do filme foi a de que eu esperava mais. Mas o efeito foi retardado, porque quando você pára pra pensar depois, você percebe que aquele filme traz muito sentido à sua vida... À sua história. À quem você é.
Sou uma romântica assídua, mesmo não estando apaixonada.

E quem não acha forte a frase: "A pessoa por quem nos apaixonamos sempre não existe."? É a mais pura verdade. Nós nos apaixonamos por um ser idealizado, por alguém que não pertence à este mundo... É algo totalmente Platão, realmente. O perfeito só existe no Mundo das Idéias, e nós sempre estamos nos apaixonando pelo perfeito! Afinal, você acha que o Danny Jones não faz cocô, fazendo força e lendo jornal? *apelei e cortei o clima*

Mas sem obstáculos o amor acaba. Seria legal amar alguém sem sofrer por amor? À primeira vista parece ser, mas é como ter um estoque de pirulitos do Kiko na sua casa. Você acaba enjoando, sem pensar, em um dia. Você teria de lutar por cada pirulito para dar a eles o valor que eles merecem.

Nós temos um amor. Todos nós temos um amor. Ele pode não existir de verdade. Ou talvez seja a sua incrível preguiça de lutar por este amor. Lute, antes que seja tarde demais. Viva a paixão. Aproveite cada sorriso, cada momento, cada abraço. Seja um amante assíduo. Tudo o que todos nós precisamos é amor, como já diziam os Beatles.

E isso é tão fácil. Você pode ter amor e amar o que você quiser. Seja o McFly, seja o Barack Obama, o Dado Dollabella ou o Tiririca. Você ama.

“O único sofrimento de amor é não ser correspondido"

E acredite, este não é o pior dos males.

3 freckledmaníacos.:

lê;lola* disse...

eu mó lendo empolgada né, derrepente 'jones faz coco com o jornal na mão'
UASDHUIOASD GARGALHEEEEI!
realmente ♥

Maah ~ disse...

Eu sou a rainha da paixão platônica *--*

·caMM's disse...

eu sou quase a rainha da paixão platônica junto contigo, maah UHASUHSUHA

mas, sabe? um dia chega a sua hora. a de todos nós.

e o filme é mesmo muito bom e te faz pensar na sua história, na sua vida. a todo momento.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin