sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Um enorme desafio


Bom, em primeiro lugar, gostaria de dizer que, adorei o tal desafio da Tia Lola. Por que sinceramente, eu me acho :) Tá, eu não me acho. Sou super simpática (ando na rua sorrindo, dou bom dia pra todo mundo), saltitante, não tenho tempo ruim. Acordo 6:30 todos os dias, sorrindo e pulando '' OBA! VOU PRO COLÉGIO!''.E um pouco exagerada. No dia 23 de maio de 1993, num domingo, na hora do fantástico, eu nasci. Minha mãe estava em dúvida em que nome colocaria em mim; Rafaela,Daniela,Marcela,Gabriela ou Luísa? Ela escolheu Rafaela. Mas, logo nos primeiros meses de vida, me chamavam de fafá,fifí (fofó,fufú...HAHA,não.),fá,rafa,rafinha,rafosca,rafasguela, Srta. Ratuey etc. Ninguém me chamava de Rafaela.Eu tenho MUITOS apelidos. Rafasguela.Eu odiei esse apelido com todo o ódio que uma criança de 7 anos pode ter. Era um secretário do escritório que minha mãe trabalhava que me chamava assim.
Bom, eu sou meio doidinha, sabe? Teve um ano da minha vida que eu caí todos os dias. Eu tenho 5 ou 6 cicatrizes nos meus joelhos, fruto da minha infância extremamente calma. Retardada. Houve um episódia de minha vida, que eu tenho certeza que nunca esquecerei (até por que, acho que é por causa dele, que eu sou assim.). Eu tinha mais ou menos 7 anos,e, durante toooda a minha vida, brinquei,chorei,pulei,gritei,briguei...muito, com a minha prima, Patrícia, que é oito meses mais nova que eu. E por ter crescido com ela, todos os meus episódios de criança, aconteceram com ela, ou por culpa dela.Comer uma pimenta malagueta inteira, foi minha idéia, mas ela também comeu. Queimar o volante do carro, foi idéia dela. Esconder as chaves de casa, foi idéia dela. Enfiar a tesoura na tomada, foi idéia minha, mas ela também enfiou. Enfiiiiiim, tudo, era a dupla dinâmica sensação. Bom, vou contar o episódio que eu nunca esquecerei (até por que, acho que é por causa dele que eu sou assim). Era um domingo normal, na casa da mjinha tia (Bete, mãe da Patrícia capetinha). Estávamos no sofá: Eu, minha linda mamãe, minha tia bete, e Patrícia. Como era uma criança linda e irresistível, minha titia me chamou pra sentar no colo dela. Eu fui, saltitante como sempre, e ela começou a fazer cafuné, e me chamar de linda. Foi quando, sem perceber que Patrícia tinha saído da sala, ouvi a voz dela me chamando na cozinha. Pensei que era mais uma brincadeira legal que acabaria em um copo quebrado ou em acabar a farinha de trigo da tia bete, mas nãão, não foi isso. Assim que passei pela porta, olhei pro lado e vi minha prima, um pouco menor que eu com um martelo de bater bife (de ferro) na mão levantada. Lembro que ela disse alguma coisa do tipo '' nunca mais blá blá blá na minha mãe!'' e PIIIIIIIIIIIIIIIIIIIMBA! bateu com força na minha cabeça.Foi a primeira (de muuuuitas) vez que eu desmaei. Eu só lembro de ver um pano azul ficar vermelho. Bom, duas semanas depois, empurrei Patrícia da escada, mas nada aconteceu a ela. Esse fato, concerteza deixou sequelas. É a única explicação para as minhas idéias de brincadeiras retardadas com 8 anos, das minhas mechas loiras com 9, das minhas aulas para ursinhos de pelúcia, ou conversas ao telefone de papelão, aos 10. Do meu amor platônico pelo menino sem dente do prédio em frente ao meu, aos 11. Do meu 'fanatismo' por Sandy e Junior. Dos meus shows para a grama. Dos meus autógrafos em paredes. Dos meus clipes, e músicas em RAFAELÊS, aos 12. Da minha paixão por Avril Lavigne, e desejar ser a mesma, aos 13.Por ter mais de um ídolo, aos 14.E, talvez, por me apaixonar perdidamente por um caipira (LINDO,LINDO,LINDO *-*) de Bolton que apareceu de repente na minha vida,aos 14 também. Bom, mas esse, e os amigos dele, eu tenho certeza, que não foram fruto da martelada. Mas, se foram, eu agradeço muito à minha queridíssima Patrícia.
Sobre a foto: Rafaela Viana sempre quis ser modelo, e um dia, pode ter certeza, ela chega lá.
O JACOB ME AMA! E eu tbm o amo (eu disse que colocaria aqui, hihi)
A LUCIANA TAMBÉM!

8 freckledmaníacos.:

Lucas disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

EURI MUITO!!
como assim a patricia tentou te mataar?? ;OO

louca louca!

Sabe de uma coisa, faltou a parte que vc dez que me ama!
HUASHUASHUASUHHUAS brinks trutz!

Te amo Rafafa!

dóri.j disse...

HAHAHAHA adorei, principalmente a foto :B

beijos!

cathee disse...

HDAUHDUAHDUAHDUAHDUHDAUHADHU eu também já apanhei com um martelo (Y) por isso eu so assim hoje, meio (inteira) louca ! é comprovado oi :)

Jessie disse...

uhauauhahhauhauahuhuhu!!!

minha irmã já rebolou um vidro de adoçante na minha testa ¬¬

adoreeeei!
=*

(rebolou = jogou -> sorry pelo cearês)

lê;lola* disse...

que menina louca meu! QUE MEDO!ASYDGAISYDASDGUASGDUASGDUGSUDGASDGSADGUSGDY adoooorei (:

amanda disse...

HAUAHUAHAUHAUA
eu senti essa martelada na cabeça em mim agora! haha adorei!

Thádia disse...

meldels
vc ainda é amiga dessa sua prima q tento te matar??
q horror!
e nossa vc era uma peste!
hehehe

Luciana disse...

AAAI QUE LINDA *-* UDSAHUHDSAU eu adoro essa história hahah por isso você é jones -NNNN tô brincando tá gente, eu sou semi-jones (?)

hahaha lindo, te amo!

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin