sábado, 1 de novembro de 2008

Vamos dançar um funk?


Bem, já que a única que ainda não postou no blog fui eu, cá estou para estrear aqui. Gostaria de falar de um assunto que eu gosto e acho que todos em sã consciência também gostam, MÚSICA. Porém, hoje eu não vim falar bem da música e sim criticá-la (?) Anyway, seria eu a única louca que não gosta do Brasil e suas músicas extremamente sem sentidos e nenhum pingo de criatividade? Quem aqui nunca dançou créu com os amigos?! EU (: Reflitam com as letras das canções chamadas funk, pegarei um exemplo: “ Late que eu estou passando!” ou melhor “Lati quieu to passano” Vamos analisar: Além do individuo estragar o nosso querido português, que já não é bonito (sim, acho a língua portuguesa extremamente estranha em alguns aspectos) ela ofende um pobre animal que não tem nada haver com a história, cá entre nós ‘latir’ é um som produzido por um animal doméstico chamado cão. Enfim, além desses dois pobres motivos ela confessa que é uma verdadeira p**a, bi****e e derivados nomes de baixo calão. E o que me deixa mais pasmada é QUE ELA SE ORGULHA DISSO! Quer mesmo que as pessoas latam(?)pra ela! Outra coisa que da ao funk de hoje um aspecto sujo:a dança. Vamos aprender com a titia Lola, como se dança funk: Bote a mão no joelho da uma agachadinha, vai mexendo gostoso rebolando a bundinha! Isso bem no estilo É o Tcham No Havaí. Além do que as pessoas poderiam romper o ligamento do joelho(?)naquela posição nada agradável. Outra coisa que a minha inteligência de asno não consegue entender sobre o funk é: Os autores das letras por acaso têm algum problema com a parte do cérebro que estimula a criatividade? Grandes exemplos são as músicas do famoso Mc Créu: Créu, Academia Do Créu, Créu Nela, Créu Num Sei Aonde, Créu Em Blábláblá... anyway, acho que ele fica bastante excitado quando se pronuncia a palavra Créu. Mas meus caros leitores, qual seria o verdadeiro significado da palavra créu? Quer Mc Créu, fazer uma lavagem cerebral nas pobres crianças que não podem ver um rádio e pedem para tocar essa música extremamente chata e sem graça? Quer Mc Créu dominar (lê-se acabar com) o mundo? Duvidas cruéis que surgem em nossas cabeças.
As músicas de hoje no Brasil não são mais as mesmas, ninguém aqui da mais valor ao mpb, todos escutam: funk, axé e sertanejo; com suas letras super criativas e nada repetitivas (o meu sarcasmo trouxe até uma rima!). Não me considero brasileira, pois eu tenho um humor britânico (?) e sou branquinha e super sensível ao sol, PARA QUE O SOL MEU DEUS? O calor já era ruim quando nós ainda não acabávamos com a camada de ozônio, agora esse calor infernal nos leva ao hospital (rimei de novo). Para que precisamos de praia e sol se temos uma piscina com aquecedor? Não entendo porque raios as pessoas gostam tanto desse clima medíocre que deixam todos suados e fedidos, nos obrigando a tomar seis banhos por dia, se não, não agüentamos o nosso próprio cheiro!
Acho que fugi do assunto não é!? Enfim acho que o meu primeiro post termina por aqui, fiquem trancados em casa, não se exponham ao sol, pode ocorrer uma crise mutante em seu corpo e fazer com que você vire um camarão. Ahaha, quase usei a palavra ‘enfim’ novamente;ENFIM, sigam o meu conselho e ouçam mpb: Legião Urbana é a dica de hoje. Hugs ;* lêlola.

3 freckledmaníacos.:

freckles. disse...

Eu ouço MPB, é um dos meus estilos de música preferidos :]
Bem-vinda ao Freckled Guitar =D

Quinn,Mackie e Bucca disse...

É a mais pura verdade, letras e danças de funk são o cúmulo.

Mandi disse...

letras de funk são REALMENTE o cúmulo!

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin