sábado, 7 de fevereiro de 2009

Sou Uma Personagem Do Manoel Carlos...

... ando pelo calçadão ao som de qualquer música do Tom Jobim/Vinicius de Moraes.
Não precisei me preocupar com vestibular porque meu pai pagou a FGV, a melhor faculdade de Direito do país. Não exerci a profissão, fiquei somente com a herança porque eu sou uma diva.
Não preciso me preocupar em encontrar um amor: Ele sempre virá.
Temos como exemplo o caso da fotógrafa Isabel (foto), que tanto sonhou com o personagem do Caio Ciocler (que eu esqueci o nome) ao som daquela música "Se quiser fugir, pra qualquer lugar que for..." que conseguiu ele.
Mesmo ela sendo uma baita duma azarada, tendo uma relação estável com um cachorro.
Enfim, também não preciso me preocupar em aprender idiomas: Eu nasci sabendo. Também toco divinamente bem todos os instrumentos e janto todas as noites no Nick Bar, enquanto o Tony Ramos e a Elisa Lucinda fazem o show.
É fácil sair, é fácil se relacionar com as pessoas, eu sou uma mulher forte, decidida e nada fútil, apesar de ter todos os requisitos para ser. Minha personalidade vai ser pra sempre lembrada, e o meu nome, é claro, é Helena.
Eu sou a melhor. E não sou eu quem digo: São todos os meus colegas, todas as pessoas à minha volta. Porque eu só faço coisas boas.
Se eu gostar de Fresno, eu não sou emo. Porque eu sou Helena, e sendo Helena, eu não posso ser mais nada na vida além de Helena.
Eu sou poética. Sonhadora. Se eu quiser que o Danny Jones venha passar o fim de semana em Petrópolis comigo, ele virá correndo, porque ele não resiste à Helena.
(Falando em Fresno, alguém assistiu o Lobão Ao Mar na quarta passada? Teve Roberta Sá e Fresno, e o Fresno provou que é bem melhor cantando MPB do que música emocore. Acho que vou mandar um e-mail para eles dando essa sugestão)
Aliás, eu preciso escolher também a minha trilha sonora. A minha trilha sonora será aquela que tocará em todas as rádios principais da cidade até as pessoas se esquecerem quando chegar uma novela que fala de qualquer lugar exótico, tipo a Índia (perceberam que ninguém mais lembra do Beijinho Doce? Pois é.).
Então eu escolho "Não é Fácil" da Marisa Monte, porque é uma das músicas MPB que eu mais gosto, e combina com personagens principais.
Minha música de momentos difíceis será qualquer uma do James Blunt. Ele virou especialista em músicas de novela, reparem. Ou alguma versão da Kelly Clarkson. Tipo, a música que eu citei acima, a da fotógrafa Isabel, é versão de Anytime da Kelly Clarkson. E a minha vai ser versão de Because Of You, mas espero que não seja o Calcinha Preta que a cante.
Minhas amigas (ao contrário da minha vida verdadeira) são todas azaradas no amor como a Maya de Caminho das Índias. Elas vão à minha casa reclamar da vida e a minha empregada nos serve com queijos e vinhos. Ficamos um tanto alegres e começamos a reclamar dos homens. Toca uma música alegre e nos despedimos.
Então eu dançarei sozinha pela minha casa. Feliz.
Meu filho (de um caso mal-sucedido na adolescência) chega da faculdade e me bota na cama.
Porque amanhã é dia de andar no calçadão.
Vou te contar...

Manoel Carlos, look at all the lonely people!

3 freckledmaníacos.:

Mandi disse...

AHOEIUHAEOIUHAEIOUHAEOIHAOIEUHAOIEHIUEHAIOEHAOHEI EU RI DEMAIS! É a pura verdade...

Cathee disse...

HFUADHUAHDUAHDUAHDUAHDUAHDUHADUHA hilário esse post :))
AMEEEEEEEEI o layout do freckled *-*

Maah ~ disse...

HAHAHAHHAHHAHA, morri. Odeio o Manoel Carlos e aquele bando de pobre menina rica dele.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin