quinta-feira, 12 de março de 2009

Hoje é um dia especial!

É, eu sei que a Rafa e a Dóri já postaram aqui sobre isso, mas eu não resisti. Eu nunca resisto. Ainda mais neste momento, no qual eu consegui uma folga da minha semana de estudos e de estudos e de estudos e de sofrimento, pra desejar um feliz aniversário ao Danny.
Não que ele vá efetivamente ler isto, mas eu tenho algumas coisas a dizer. Então vou falar como se eu estivesse cara a cara com ele, ok?

Bom, queria que você soubesse que eu te admiro muito. Sempre admirei. Eu não me importo com os seus defeitos, porque todo mundo os tem. Eu acho que você é perfeitamente humano, e isso seria mais do que suficiente pra mim. Mas algo deu errado lá em cima, e me mandaram para um canto do mundo e você, para o outro. Assim como aconteceu com tantas outras pessoas.
Porque a verdade é que todo mundo ama você, Dan. Todos amam esse seu jeito de criança, o seu sorriso bobo. Apesar de todas as coisas que você faz que definitivamente não podem ser atribuídas a uma criança (partes censuradas que eu não citarei), você ainda assim consegue ser uma. Você é, literalmente, um menino preso no corpo de um homem.
Suas perguntas bobas, suas piadas completamente sem sentido, seus olhos. Tudo em você é maravilhoso pra mim. E pra muitas outras pessoas também.
Você nunca vai ler isso, mas eu gosto de pensar que vai. Eu quero dizer uma coisa em nome de milhares de fãs, no mundo inteiro: nós amamos você, Danny. Amamos mesmo, de verdade.
E se alguma vez exageramos por causa desse amor, não foi por mal. Nunca faríamos mal a você... É só o peso de alguma coisa que não podemos carregar.
Se eu pudesse desejar qualquer coisa agora, de todas as coisas no mundo que eu poderia pedir, eu pediria apenas para lhe dar um abraço. Eu não preciso dizer nada, e muito menos você. Eu só queria poder fazer isso, mas como eu não posso... Eu estou abraçando você com minha mente super criativa.
Nunca fui assim por causa de ninguém antes, e gostaria muito que você soubesse disso também (ou não). A diferença é que eu não vou me jogar na frente do seu carro e nem tirar a minha blusa, porque eu tenho RESPEITO por você. Você conseguiu seguir em frente, mesmo quando o seu pai foi embora, largando a sua mãe e a sua irmã para trás, em uma hora tão importante pra você... Sua família desmoronou, e você está de pé. Você continuou, mesmo quando aquela sua namorada Kendra foi embora também (e eu tenho certeza que aquilo doeu demais, porque você gostava dela).
E nada nesse mundo me dá mais orgulho do que ver você brilhar, ouvir as pessoas gritando o seu nome, ver você mostrando ao mundo o seu talento. O mundo finalmente viu vocês quatro, e agora vocês são famosos e idolatrados... Mas eu nunca vou me esquecer daqueles quatro garotos desengonçados que abriam os shows do Busted. Isso dá uma espécie de saudade e ciúme, por saber que vocês pertencem ao mundo.
Por fim, seu talento. Acho que eu não preciso falar nada da sua voz: basta escutá-la todos os dias, e ter tido uma noite para ouví-la de perto. Você estava ali, na minha frente... Nunca tão perto. E agora, eu vou ver você de novo.
Então é isso, Daniel Alan David Jones: parabéns pelos seus 23 aninhos de vida.
Algum dia (espero que em breve), eu vou conhecer você. Nós tiraremos uma foto, e esse será o momento mais feliz da minha vida.
FELIZ ANIVERSÁRIO!

3 freckledmaníacos.:

disse...

Isso dá uma espécie de saudade e ciúme, por saber que vocês pertencem ao mundo.
DISSE TUDO. eles nao sao mais meus, a MINHA banda, a que só EU conheço. eles agora sao 'aquela bandinha pop', isso é o que mais dói

Lila Santh disse...

Isso dá uma espécie de saudade e ciúme, por saber que vocês pertencem ao mundo. [2]

Você sabe que não sei como cheguei até a esse blog. Sei que acabo de favoritá-lo.
Eu pediria um abraço a ele também ._. Apenas um abraço.

Anônimo disse...

Isso dá uma espécie de saudade e ciúme, por saber que vocês pertencem ao mundo. [3]

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin