domingo, 1 de novembro de 2009

This Is It - Michael Jackson

O Freckled Guitar, para comemorar um ano, traz uma review sobre o filme This Is It, documentário sobre Michael Jackson gravado com cenas dos ensaios para a turnê que aconteceria na Inglaterra e marcaria a volta de MJ aos palcos. Com os ingressos esgotados e uma temporada extremamente limitada nos cinemas do mundo todo, tive a oportunidade de ser uma das privilegiadas. Confira.
No VMA, logo que vi o trailer de This Is It, me atentei ao fato de que ver esse filme no cinema era simplesmente uma experiência que eu precisava vivenciar. Por isso, alguns dias depois, garanti ingressos para mim e meu amigo Lucas. Nunca fui e ainda não sou a maior fã de Michael Jackson, daquelas que têm todos os CDs, sabe todas as músicas e tal. Pelo contrário, sei muito pouco sobre a obra dele, apesar de sempre tê-la admirado. No entanto, antes de admirar a obra de MJ, eu sempre admirei a pessoa que ele era. Eu sei, nunca fui a “BFF” dele - até porque ele sequer sabia que eu existia. Mas sempre tive uma simpatia muito grande por ele e sempre acreditei em sua inocência e coração bondoso, o que vi se confirmar e concretizar após sua morte. As declarações póstumas sobre ele (mesmo que muitas delas tenham um nível altíssimo de hipocrisia) só confirmaram o quanto ele era uma pessoa especial e talentosa - exatamente como faz This Is It.


A primeira impressão sobre o filme é que é um documentário chato, sonolento, parado e apelativo sobre a morte do astro. A segunda e última, aquela que fica, é a de que você estava totalmente enganado: o filme é lindo, agitado e captura muito da alma de Michael. É fácil perceber o quanto ele exigia de si mesmo e de sua equipe, de um modo que se confunde entre o perfeccionismo com a obra e o amor aos fãs, o que me tocou profundamente: ele era fã de seus fãs, antes de tudo. Além disso, também é possível ver o homem sensível, frágil e de aparência extremamente vulnerável, daquele jeito que dá vontade de dar um abraço e dizer "Conte comigo".
Me arrepiei absurdos em diversos trechos, como seria impossível não fazer - experimente ver o trecho onde ele canta I'll Be There -, e me grudei absurdamente nas danças e na facilidade com que ele executava os movimentos, como se você pudesse tentar e conseguir de primeira. Aham, senta lá, Cláudia. Por fim, meu coração derretido não conseguiu agüentar e deixou umas pouquíssimas e discretas lágrimas escorrerem em I'll Be There e Earth Song. Se você sempre acreditou que Michael Jackson era o pedófilo sem escrúpulos pintado pela mídia, duvido que consiga continuar acreditando nisso após o filme. É impossível sair sem o sensorial meio afetado, sem enxergar a relação do cantor com o palco (muito mais que de cantor: de artista completo) e a paixão pelo que fazia. Em base, é tudo sobre o amor: não existe e nunca existirá outra palavra que defina melhor Michael Jackson e sua relação com a própria obra.

The time has come.

It is now I see and feel that calling once again, to be part of a music that will not just connect but, make all feel one, one in joy, one in pain, one in love, one in service and one in conciousness.

Michael Jackson

Tradução:

A hora chegou.

É agora que eu vejo e sinto aquilo me chamando mais uma vez para ser parte de uma música que não vai apenas conectar (as pessoas), mas fazer com que todos se sintam como um só, um em alegria, um em tristeza, um apaixonado, um em serviço e um consciente.


Um minuto de silêncio.




Gênio eterno.




Só avisando que demorei mesmo pro post de um ano, porque esperava os resultados de entrevistas – mas não recebi respostas. Continuarei insistindo para posts posteriores. E ah! Juro que tentei escrever em 3ª pessoa, mas o meu eu gritou muito mais alto na hora de falar sobre MJ!

4 freckledmaníacos.:

Miss Sofia disse...

Cheguei em casa há pouco tempo: estava no cinema vendo This is It. Fiquei impressionada, confesso. Sempre gostei bastante das músicas dele, e sempre fiquei maravilhada com sua capacidade vocal e física. Ainda acho que ele estava sim um pouco louco, que ele perdeu um pouco o próprio controle nos últimos anos. Mas isso não diminui sua genialidade, e este filme é prova disso. Adorei.

Fer \ó/ disse...

A mídia sempre pinta o pior lado das pessoas... que várias vezes nem existe. Eles fazem as pessoas verem a (sei la) celebridade como lhes convém (lê-se o q se vende mais) ¬¬'
Não vou ser hipócrita e falar q sofri e vou sentir muito a falta do MJ... pq não. Não sou fã(BBF =B isso me lembra Paris Hilton O_o faz algum sentido? ) dele. Mas ainda o acho genial. Ele foi( e é o rei do pop)
Espero q esteja onde ele estiver... q ele esteja bem. E brilhando muito como sempre brilhou =D

Dóri disse...

Minha prima me falou muito bem sobre o This Is It ontem também, eu acho que vou assistir essa semana.

Amanda Dragone disse...

Ontem eu fui assistir This Is It, o que me fez preencher com maior prazer o post de hoje do meu blog!

O filme é realmente incrível, emocionante e lindo!

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin