sábado, 1 de novembro de 2008

All Star.


Eis que entro super humildemente no blog e vejo que acima da minha postagem tinha um mar de outras novas. Fiquei feliz, porque é sinal de sucesso! Mas, nessa limpa e sólida madrugada de novembro, eis que chego na minha casa e vejo um gato com algo na boca, pensei o que seria, talvez um rato? Não, uma barata. Até então não sabia que gatos comiam baratas, mas achei muito engraçado a luta dele com o pequeno inseto, aliás, seu jantar. Pegou e fugiu, logo voltou procurando por algo mais. Enfim, pude chegar em casa e tirar meu all star do pé. Que por sinal, hoje estava me apertando muito. Quando fui comprar ele não achava em loja nenhuma, era só 'não' como resposta. Certo dia, eu andando pelo shopping, quando o vejo em uma vitrine. Fui correndo para lá. Experimentei e comprei. Após tal ato, para minha surpresa, em todas as vitrines que olhava tinha um igual a ele. Fiquei com muita raiva, só podia ser zoação comigo. Mas, relevando e tempos depois de uso. Estou eu comendo pão no churrasco, quando aquele clássico tomate do vinagrete cai nele. Sabe, não compre um all star branco à toa ou pra ficar caindo vinagrete, era pra tudo, menos isso. Se fosse essa a utilidade comprava um vermelho pra combinar com o pedaço que caiu! Após uma longa noite de cantoria e balas de tutti-fruti, enfim poderei descansar após estudar física durante a tarde. A quantidade de movimento e suas fórmulas não me apetecem muito, mas, com certeza é muito melhor que os senos e cossenos da vida. Matemática é algo terrível. A professora ensina toda empolgada, mas será que ela tem a esperança de que vou guardar a tabela com os respectivos valores dos graus? Não gravaria se não fosse a conhecida música de natal adaptada. Natal que está chegando. No centro da cidade já tem tudo pra enfeitar sua casa, principalmente nas lojas dos chineses. Estão sempre atualizados. Novidade o tempo todo. Mas, pra quem tem preconceito, pode ir no shopping e me informar se já está decorado ou não. Se eu tiver um tempo, vou pessoalmente e aviso. Aliás, tempo este que me falta. Se eu colocar na fórmula do impulso onde este é igual a força resultante vezes o tempo, com certeza terei um resultado nulo. Mas, espero que logo isso mude, porque afinal, se não mudar, o número de coeficientes na fórmula vai aumentar, e cada vez mais difícil de calcular vai ficar. Rimas infames volume três. Até.

2 freckledmaníacos.:

dóri.j disse...

me ensina física? nem isso eu sei! haha

lê;lola* disse...

OIUHSIADUHAOSIUD adoro as rimas infames do baqueta hm'

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin