domingo, 21 de dezembro de 2008

Precisa-se de Homem, parte 2


Quebrando o clima Twilight deste blog, estou aqui de volta para continuar falando sobre homens.
Aliás, que mulher não gosta deste assunto, por mais que esconda? Mesmo que ela não goste de homens, de fato, todas nós gostamos de falar sobre homens, porque, afinal, é o curso natural da Natureza, mesmo se você for a lésbica do Videokê, você vai falar mal daquele homem que está dando em cima da sua mina, certo?
E este ao lado não é qualquer homem não. Pra quem não sabe, o nome dele é Gael García Bernal, não é difícil ver um filme no qual ele esteja inteiramente sem trajes e ele é meu ídolo máximo. Não só pela falta de trajes. Mas simplesmente por ele ser essa coisa espetacular, tanto como ator quanto como homem bonito, oh, Gael.
E ele nem inglês é.
Hoje eu vi um homem parecidíssimo com ele, só que ele tinha uma entrada colossal na testa, sabe, aqueles que vão ficar carecas e ainda estão achando que abafam... Vocês já imaginaram o Danny Jones careca?
Nem eu.
Mas a verdade é que eu continuo em busca de um homem. Sabe, hoje eu até ouvi da minha madrinha que ela sonhou que eu estava namorando, e que era um cara super legal, tudo a ver comigo... Deus ouça os sonhos dela, é exatamente disto que eu preciso.
Não precisa ser bonito, precisa ser decente.
Daí eu ouço de meu amigo que eu devia ter segurado o primeiro cara que eu fiquei, porque ele não era bonito, mas era decente. Mas eu sou extremamente traumatizada com ele, é.
Ele podia ser inteligente - logicamente, ele era japonês - e ter bom gosto musical, sei lá, podia ser o que ele quisesse, mas a verdade é que eu tinha 13 anos, não sabia o que estava fazendo e que ele simplesmente beijava mal. Mal. Pra ver como eu comecei com má sorte, logo de cara. E não é falar beijar mal de frescura não, o nego simplesmente achava que a língua dele era uma hélice. Um ventilador na velocidade mais forte.
Até aonde eu sei, eu também fui a primeira dele. Ele tinha 15 anos, se eu não me engano. Mas, afinal, ESSE CARA NUNCA TINHA VISTO NOVELA? NUNCA TINHA VISTO FILME? Imaginem se Reynaldo Gianecchini pegasse a Carolina Dieckmann em Laços de Família e começasse a rodar a língua feito uma hélice. A audiência cairia 30 pontos. Ou não.
Por isso, meu conselho é que vocês, meninas BVs, não entrem na onda das meninas influenciadoras trocadilas [vide documentário Estamira] que ficam insistindo que você deve beijar um cara logo. Não há tempo certo para beijar um cara. Hoje eu me arrependo amargamente.
Você tem que gostar. Você tem que estar a fim. Tudo torna a coisa muito melhor, de fato. Porque imaginem:
Situação 1: Você está pegando o Dado Dollabella.
Situação 2: Você está ficando apaixonadamente com um McGuy.
Faz toda a diferença, não é?
Olhem como eu sou uma menina decente! Vocês não acham que algum homem decente devia me dar uma chance? Faríamos um belo par.
P.S.: Apareci no Altas Horas ontem...

1 freckledmaníacos.:

tialola;* disse...

EU VI A PEIXA AZUL SEDUÇÃO NO ALTAS HORAS, BJSMIL

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin