terça-feira, 20 de janeiro de 2009

A Falta de Educação e a Terceirização da Culpa


OOOOOI ZEEEEENTIII!![Não, o Netinho de Paula não me encorporou ainda]
Duas coisas maravilhosas aconteceram na minha vida:

1ª) Convenci meu pai de me dar o show do McFly de presente de aniversário. Nem foi preciso estender tanto a campanha, não foi difícil. Isso acontece quando eu troco um laptop de 2000 reais por um show de no máximo 500 (eu acho). Thanks dad, agora eu sei porque você se chama Daniel :D
2ª) Eu assisti Twilight, finalmente *-*

Tá, agora segue um post sério e decente, pra que ninguém implique comigo.
A Falta de Educação e a Terceirização da Culpa

É, o título assusta, mas não fiquem com medo. Séra rápido e indolor. Ou não. Tá, a história é a seguinte: todo mundo já lidou com uma falta de educação na vida. A gente fica vermelho de raiva e se você for estouradinho vai pra cima da pessoa. Ou se você for uma pessoa conformada engole o sapo e segue sua vida levando aquela frustação consigo, até que um analista faça você se sentir melhor tomando Gardenal. Normal, normal. A falta de educação pode ser dividida em três tipos.

- Ações: Pode ser aquele arroto ou um belo peido numa hora indesejada, como num jantar ou num show pra gravação de um DVD. É, isso foi pra você Mr. Daniel Alan David Jones. Pode ser também aquele lindo gesto com o dedo do meio e por aí vai.

- Palavras: Aquela falta de educação de quem te atende mal numa loja, que pode ser também chamada falta de vontade. Ou alguém que te chame de algum palavrão e xingue sua mãe.

- Ações e Palavras: O pior tipo da falta de educação. A pessoa geralmente te mostra o dedo médio e te manda tomar no meio das nádegas.

Mas não é aí que minha história se encaixa, pelo menos não exatamente. É assim: eu sou uma pessoa muito consciente da saúde do meu corpo, sou super saudável, não como nada gorduroso e... Nops. Pra falar a verdade é que eu tô fazendo caminhada com o meu pai e a minha mãe, mas é só pra não ficar parada aqui, deixando meu culote ficar quadrado na cadeira. Eu sou nerd mas nem tanto. Enfim, estávamos lá, caminhando alegremente, quando aparece na nossa frente um pit bull doente, daqueles que nem criança de colo tem medo. É aí que entra na história um coroa velho, caminhando com seu netinho de uns 4 anos no máximo. Gracinha, você pode achar. Mas não é bem assim. O velho pega uma pedra GIGANTE e joga na direção do pobre cão doente. Só que ele é doente, mas não é bobo e desvia da pedra. E aí, com a sorte que eu tenho, a pedra passa raspando em mim e na minha mãe. Sinceramente eu achei que aquilo fosse virar a 3ª Guerra Mundial. Meu pai é do tipo de pessoa que não aceita uma injustiça, mesmo que isso se refira a um cachorro raivoso. E ele também não podia deixar de pensar que aquela pedra voadora poderia causar um traumatismo craniano na filha dele. Segue abaixo a discussão:

(Inclua aqui alguma perda de letras nas palavras causadas pelo sotaque sul-mineiro)
Meu Pai: Pô cara, não viu que a pedra poderia ter acertado nelas?
Coroa Sem Noção: Ah tá... PODERIA ter acertado, não acertou, né? Então fica quieto.
MP: Mas peraí! Você é que tá errado! O cachorro tava sossegado e você resolveu atacar ele!
CSN: A culpa não é minha não! É culpa do dono do cachorro que deixa esse bicho solto por aí.
MP (vira pra mim): Terceirização da culpa.

E fomos embora, porque meu pai é dubem e não gosta de confusão. Ah tá, deixa eu explicar essa parada (ai que coisa mais Dado) de terceirização da culpa. É aquela história, de achar que você nunca está errado e que a culpa sempre é do outro. É, meu pai gosta de colocar nomes difíceis nas coisas. Isso foi um assunto que surgiu durante A Favorita, em que a Flora jurava que a culpa dela ser uma serial killer era da Miss Beijinho Doce, Donatela. É, hábitos humanos. Não vai ser tão fácil de mudar isso, mas agradeço Deus por aquela pedra não acertar a minha cabeça, já que eu tenho muito o que pensar ainda e eu também não posso ser um vegetal se quiser pular feito doida num show do McFly.

É isso, a kiss 4u!

P.S: Quem viu a estréia de O Clone 2? Fala sério, tem até umas músicas na trilha sonora que são as mesmas de O Clone. Será falta de músicas pra trilha sonora? Poderiam colocar McFly, já pensou, ia combinar direitinho com aquela muvuca na Índia. -NN

2 freckledmaníacos.:

Dóri disse...

Eu vi 'o clone 2' HAHAHA
e eu entendi a terceirização da culpa, tipo, se o blog der B.O. com o Dado, a culpa é da última blogger, hein? HAHA

Beijo
P.S.: O Dado não pode reclamar. Se vc clica no CDzinho dele ali do lado dá um link pra entrar no Submarino e comprar.

Anônimo disse...

Que velho otario
se fosse eu tacava a pedra de volta nele e -nnnn

E eu fico meio boiando com esse negocio do Dado, mas eu rasho de rir
HSAUHSUAHSUAHSUAHSUA

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin