quinta-feira, 23 de abril de 2009

The B-52s!!









Não conhece The B-52s? Olha só, uma ótima oportunidade para falar a frase clichê: "Eu deveria ter ouvido meus paaaais". Sim, porque com certeza eles já ouviram muito. A banda dominou as festas de 76 até o começo dos anos 90, quando deu uma acalmada nas atividades, devido ao falecimento do guitarrista Ricky Wilson ou o nascimento dos filhos de Cindy Wilson, que a fizeram se afastar um pouco da banda. Mas a banda nunca parou totalmente. E no ano passado eles lançaram o Funplex.

Em tempos que sinônimo de festa é música eletrônica, eles não largaram o bom e velho new wave (como pode ser ouvido em Ultraviolet), mas pode-se notar uma pegada mais rock (Funplex) ou mesmo eletrônica (Juliet of The Spirits e Eyes Wide Open). É muito bom saber que 33 anos depois do início da banda eles ainda estão em plena forma. Melhor ainda é saber que eles vão tocar no seu país!!

Quando eu entrei na comunidade e vi que eles confirmaram a data, gritei igual louco. Corri para o shopping e quando peguei o ingresso, gritei igual louco novamente. Esses gritos trilokis seguiram todas as vezes que eu escutava alguma música deles e lembrava que iria ao show deles. Tudo bem que o B-52s não é minha banda favorita, mas só de pensar que eles viriam para cá, eu ficava super feliz. E o show chegou!!

Como ninguem da "my generation" não conhecia a banda, ou os que conheciam não queriam ir ao show, ia sozinho mesmo. Seria uma aventura ir para São Paulo de ônibus, ir para o Credicard Hall de ônibus e ainda por cima, passar a madrugada em algum lugar de Sampa City para voltar no dia seguinte para Campinas. Mas não queria nem saber, o show era imperdível e eu ia, com a cara e a coragem.

Mas como eu sempre digo, o universo conspira para as pessoas bonitas ;D E não é que na comunidade da banda a minha professora de gramática do cursinho pré técnico não me encontra? Eu tive aula com ela há 4 anos atrás, e ela ia no show também! (É bem a cara dela ir no show, hehe). Ela ia com o namorado e um casal de amigos, ou seja, ainda tinha uma vaga no carro, que graças ao bom Deus foi preenchida por mim. UFA, seria super fácil a gente chegar lá e eu voltaria para casa são e salvo. Aham.

A gente saiu 3 e meia da tarde de Campinas. Tudo tranquilo até chegarmos em São Paulo, 4 e meia já estávamos lá. Todo mundo pensou: Demorou, 5 e meia a gente já tá lá na porta, vamos ser um dos primeiros da fila. Aham.

De acordo com o mapa era para ir para a Marginal Pinheiros e depois Nações Unidas, ou algo do tipo. Começamos a seguir pela Marginal Tietê, quando eu fui no Tim Festival do Gogol Bordello, a gente passou pelas Nações Unidas, então achei que eu teria uma noção se a gente deveria ter virado antes ou não. Aham.

A gente foi seguiindo, seguiiiindo, seguiiiiiindo, até que a gente vê uma placa indicando o Rio de Janeiro. É, não deve ser por aqui. A gente pede informação para um policial rodoviário e seguimos pedindo informação para todo mundo. Desse jeito a gente passou na frente da USP Leste (que realmente merece o apelido de USP Lost), passamos em Guarulhos e voltamos até a entrada de São Paulo. Depois de finalmente chegar na Marginal Pinheiros, errar caminhos por conta de informações mal informadas, retornos perdidos, fomos chegar no bendito Credicard Hall as Sete e Meia da noite. Todo o stress acumulado da viagem virou risadas ao ver escrito Credicard Hall.

Toda fila de show é divertida, mas essa foi muito. Conheci um cara que faz Rádio & TV e é estagiário do SBT, cuidando da parte musical do DOMINGO LEGAL e ainda ajudando na produção de um quadro. Confesso que vou assistir o quadro quando estreiar em homenagem a ele. Conheci também 2 amigas que vieram de Americana/SBO de táxi para ver o show (e desembolsaram 300 reais com desconto, que absurdo!). Mas com certeza a figura mais peculiar da fila era O Cindy. Sim, um cara vestido de Cindy Wilson. Nada muito extradordinário, tirando o fato que ele era uma pessoa SUPER normal.



A grade do Credicard Hall é minúscula, e já estava totalmente ocupada... Deixa, nem queria mesmo... Sério, eu queria dançar nesse show, e na grade é meio complicado, nem fiquei triste... O DJ da trash já estava tocando várias musicas trash que todo mundo adora dos anos 80 e você podia ver várias faixas etárias. Os de 50 que conheceram a banda provavelmente em suas "baladeeenhas", os de 40 que ouviam nos famosos bailinhos de garagem, os de 30 que ouviam porque era a banda da época e os mais ou menos da minha idade que gostam de músicas nada a ver.



Além disso, a outra coisa mais legal de reparar era em uma bóia de lagosta gigante que o pessoal ficava jogando de um lado para o outro (referência a Rock Lobster, uma das músicas mais famosas, e divertidas, da banda). Quando foi 22:06, o DJ parou com a música e começaram a passar os chatíssimos avisos de segurança. Quando eles finalmente acabaram, o pessoal ficou falando: ah, vai começar tal horas... Uma das amgias de Americana disse: vai começar 10 e 52!! E não é que eles subiram no palco exatamente 10 e 52?

Ahhh meu Deus, eles são realmente tudo o que eu esperava e um pouco mais. Para você ter idéia, a Kate Pierson (a ruiva) está com 61 anos de idade! Mas ainda assim cantando muito bem e fazendo as dancinhas ridículas que a gente ama. Confesso que tinha MUITA gente parada na platéia, nem tava entendendo o que aquelas pessoas faziam ali, mas o que importa é que no palco os 4 estavam super animados e eu idem na platéia. A Kate sempre vinha para o meu lado durante o show, e acho que umas 4 vezes rolou aquele contato visual sabe?? Principalmente uma hora que ela tava com umas maracas e eu seguindo no ritmo que ela chacoalhava, nossa, foi lindo =D A Cindy que estava do outro lado do palco foi do nosso lado algumas vezes também, idem para o Fred. O que eu fico chocado é realmente a disposição deles. Imagina, você ficar há 30 anos fazendo shows com essa disposição e não demonstrar o menor sinal de cansaço durante uma apresentação de mais de uma hora e meia? É realmente incrível isso.

Tomara que eu chegue aos 61 anos com essa mesma disposição. Obrigado pelo show B-52s! Espero que voltem logo ;D




Próximo Show - Oasis

2 freckledmaníacos.:

Dóri disse...

Nossa, deve ter sido legal mesmo :)
Acho que já comentei que eu gosto do B52's.
Mas, enfim, um dia eu vou ser rica.

Camila disse...

estou adorando essa cobertura que você faz dos shows :D

gostaria de ter ido no B52's..
e estou morrendo de vontade de ir no oasis e no the kooks.. mas infelizmente to sem dinheiro --'

acho muito cool essas bandas antigas que continuam na estrada e nem a mínima cara de que vai parar muito cedo..
tipo rolling stones ;D

xxx

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin