sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Pela Comida Para Uma Pessoa

Sempre que eu vou à mercearia aqui do bairro e faço as compras básicas para o meu almoço, um dos donos do mercadinho sempre me olha, com uma cara de merda fatal, e pergunta: "Mas você vai levar só uma batata?"
Daí eu explico que é claro, porque eu sou a única que vai comer, e que, portanto, não há necessidade de comprar mais batatas. E, então, eles sempre me olham com desprezo quando eu vou comprar qualquer outra coisa lá.
Injustiça. Injustiça. A nossa sociedade está tão habituada assim com famílias felizes que fazem compras do mês no supermercado? Porque aqui em casa a coisa é diferente. É quase uma prova de sobrevivência. Temos raros momentos de almoços e jantares coletivos, porque cada um se vira com a sua comida nos seus diferentes horários.
E não tenho vergonha. Estou agindo certo. Eu posso muito bem ir à padaria e comprar UM pão francês. Posso ir ao supermercado que tem na avenida e comprar UM hambúrguer de frango. Não é? Se eu vou no McDonald's e compro UM combo de McChicken, ninguém me fala nada. Agora, se eu vou fazer comida para um, reclamam.
Esse mundo capitalista de hoje em dia só pensa em lucrar, lucrar. Será que eles não percebem que, ao fim do mês, irão lucrar do mesmo jeito, já que, em média, eu compro 2 batatas por semana?
E qual é, qual é a diferença de um almoço solitário na minha casa de um almoço solitário no McDonald's? Tudo bem que eu não sou dona de uma franquia gigantesca, que eu não faço comidas com brinquedos para os meus amigos que vêm comer em casa e que eu gosto de cozinhar ouvindo Roupa Nova e lavar a louça ouvindo The Strokes, MAS EU MEREÇO.
Será que eles não tem um pingo de piedade? Não percebem que aquela pobre garota que está comprando uma única batata é uma vestibulanda sofredora e solteirona que vai almoçar sozinha enquanto assiste ao Video Show ou à novela Alma-Gêmea? Que à noite ela vai para o cursinho, vai engolir um salgado qualquer na hora do intervalo e chegar em casa na hora de dormir, para, no outro dia, acordar cedo?
Então, que mal há em comprar UMA batata.
É compra. Ao menos não é roubo. E eu MEREÇO!

1 freckledmaníacos.:

Maah ~ disse...

HAHAHA, adoro esses posts revolts. Aqui em casa é do mesmo jeito, cada um come o que dá na telha. Adoro usar uma batata pequena e uma cenoura pra fazer minha famosa sopa de legumes. Uma das únicas coisas que eu sei fazer bem na cozinha, HUSHAUSHSAUDHUS'
Pelo direito de comprar quantas batatas quiser e ser feliz!

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin