sábado, 28 de novembro de 2009

O Rock Acabou?

Boa noite.
Este é mais um post polêmico que pode fazer com que mais algumas pessoas percam o respeito por mim, mas sabe como é, eu não posso deixar de expôr a minha opinião, tendo em vista que posso abusar da minha liberdade de expressão em um blog que eu mesma criei (e os outros membros do blog também podem fazer isso, sem problemas), assim como vocês também estão livres para expôr as suas opiniões nos comentários deste post.
Não quero citar nomes, mas há um certo tempo venho observando uma divisão muito marcante na cena rock... Sabe, de um lado existem aqueles que estão ali pela música, sem saber no que vai dar, transbordando toda a paixão que sentem por aquilo em guitarras, conquistando admiradores (e não zumbis) por onde passam e tudo o mais. Infelizmente, eles dificilmente conseguirão um espaço maior no nosso país porque o biotipo necessário para ser um rockstar de classe segundo o senso comum são aqueles do outro lado. Aqueles que necessitam de se vestir de acordo com as tendências tribais atuais, estão, desde o começo, ambiciosos, só pensando em fazer música para fazer mais shows. Tá, legal. Fazer shows para quê? Para ganhar mais grana, pegar as cocotas e arrumar fãs desesperadas que ficam o dia inteiro vivendo em função deles, divulgando a banda, sendo que depois elas serão tratadas com falta de respeito porque simplesmente serão consideradas seres inferiores à eles. E a música? E o rock? O rock acabou? Aonde está a importância disso? "Sei lá, cara, bota uma letra qualquer aí, vamos tocar essa guitarra como aprendi nas aulinhas que mamãe pagou pra mim que elas vão ficar doidas!"
E quando o primeiro lado, o lado que ainda acredita no rock, se torna um pouco mais conhecido, cai no risco de passar para o segundo lado, ou ser considerado parte deste.
Então é, cara, o rock de verdade é uma lenda vista por uma minoria.
E hoje eu senti na pele. Eu senti na pele a diferença. O quanto o primeiro lado está sempre disposto a fazer de tudo para salvar o rock, mesmo que um rock extremamente principiante, mas feito com vontade, enquanto o outro quer se mostrar superior e dar ordens aos outros, como se estes fossem súditos, nem se importando com as necessidades pelas quais estes provavelmente já passaram também.
E termino este post dando mais um salve à Rock 'n' Beats, por acreditar e ter me dado a oportunidade de entrar em um contato mais direto com as bandas do primeiro lado, e xingando você, que ainda paga pau para essas bandas escrotas que só querem o seu dinheiro e nada mais.



1 freckledmaníacos.:

Fly Hobbs disse...

Um dos posts mais legais daqui! Porque é exatamente como eu penso.Ultimamente essas bandinhas de bosta só querem saber de fama e mulher e não da musica,como costumava ser lá pelos anos 70 ou até mesmo o 60.Sinto falta da época que não vivi!

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin